sábado, 28 de março de 2015

Carnaval em Esch-sur-Alzette



Balões para todos!

Recém chegada do Brasil, com muitas saudades, eu vi no jornal que estava rolando Carnaval em Esch-sur-Alzette.

Esch é uma cidade do sul de Luxemburgo, a segunda maior cidade de Luxemburgo, só perde para a capital mesmo, tem 32,600 habitantes.

Segunda maior cidade?

Desse tamanhinho? Sério?

Bom, resolvi então, levar minha família para ver como os luxemburgueses celebram o carnaval.



A primeira coisa que observei é que eles celebram com muito mais roupas. Provavelmente, porque é muito frio, já que aqui é só dar um solzinho que o povo fica de camiseta.


Segundo, que como todas as festinhas da região, a comida típica é salsicha.


Terceiro, quem paga principalmente pelo carnaval são os próprios habitantes. Havia umas pessoas vendendo um cupom de 5 euros para ser possível fazer o carnaval ano que vem. Então dificilmente vai ter um carnaval assim aqui em Esch:



Quarto, que os luxemburgueses sabem muito bem fazer batuque!


video

 Já dançar... Ninguém ganha de nós :)


video


Quinto (e o mais importante): que o Carnaval consiste basicamente em distribuição de comida, bebida e doces, balões de gás hélio e música típica alemã.




Haviam muitas pessoas vendendo esses balões. Muitas mesmo. Assim como, cheio de crianças brincando com eles, ou bebês tentando descobrir o que eram essas coisas coloridas que voam.


Assim que os carros (ou caminhões) do carnaval entraram no sambódromo (calçadão do Centro de Esch) começou a distribuição de muitas balas e doces para as crianças (e adultos que disfarçadamente se enfiavam no meio das crianças), cerveja (que era bem difícil pegar sem dar uns empurrões ou se meter no meio da passarela).






E comidas não identificáveis:  


Por último, as músicas alemãs. As músicas alemãs todas são principalmente da Deustcher Schlager, que também é tocada no Oktoberfest, em Retro-Parties e Schlagerparties. A Viva Colonia é uma das mais famosas. 

Essas músicas são principalmente “Musik zum Saufen”, isto é “Música para ficar bêbado”.

Eu resumo, eu indico Carnaval em Esch! Distribuição de comida, música culturalmente relevante e pessoal antropologicamente interessante. 


Abraços

Cíntia


Um comentário: